Postagens

Um Impasse Nos Relacionamentos

É comum se ler ou escutar frases como "homem não gosta de mulher oferecida", ou " se você se oferecer o homem vai te usar" ou até mesmo "o que é fácil não tem valor para homem", principalmente vindas de pessoas mais velhas.
Mas ninguém nunca se perguntou sobre se mulheres gostam de homens oferecidos. Ou seja, as pessoas mais velhas que falam isso tomam como ponto de partida o fato de que homens com iniciativa são desejados pelas mulheres.
A grande verdade é que mulheres não gostam de homens com iniciativa, ou seja, oferecidos, nem um pouco. (A maioria das mulheres)
Daí fica meio confuso porque parece que isso é uma mentira, afinal as tias já repetiram tanto na cabeça das moças e moços que homem tem que ter iniciativa e mulheres tem que esperar.
As mulheres vão escolher, selecionar, atirar para pegar o homem que elas querem. Elas odeiam homens que se oferecem fora de contexto, de repente, tentando atirar na primeira pessoa que virem. E até os dentro de cont…

Não use maquiagem

Imagem
Tudo no mundo material (objetos, coisas tocáveis, corpo humano e pensamentos) que não é voltado á praticidade tende a dar errado, porque essa é a natureza do material, tudo que é material é no fundo uma ferramenta divina para ser utilizada na experiência da vida, claro que com amor e consideração, mas, a mídia e as pessoas em geral tendem a não entender isso e a criar problemas.
As ferramentas em seu estado natural são o que são, não espera-se que se transformem para virarem algo novo mais bonito, ou seja lá o que, espera-se apenas que sejam úteis.
E quanto mais economia nas ferramentas melhor, menos vai se gastar de dinheiro, menos vai se preocupar em cuidar, menos vai se acumular coisas e menos vai se produzir lixo. Essa ideia vem do minimalismo que traz a praticidade em sua estrutura, retendo apenas o que é necessário.
Mas e se alguém retruca "você precisa adquirir outras ferramentas porque com essas você não vai conseguir realizar seu trabalho", é possível ignorar esse argu…

Sobre a Compaixão

A compaixão é resultado da bondade verdadeira. Existe também a bondade falsa, que vem do ego, ou seja, não importa se ela existe ou não dentro do indivíduo desde que os outros egos acreditem que exista. 
A bondade verdadeira não se importa em se provar aos outros, mas toma a ação possível para ajudar quem precisa imediatamente. Ela vem da capacidade de sentir empatia e de se colocar no lugar do outro (seja lá quem for o outro).

Porque seria importante ter compaixão e empatia? Esses são mecanismos de sobrevivência do ser humano como espécie. Para que sobrevivamos precisamos apoiar a sobrevivência dos outros de forma natural, não só dos outros seres humanos, mas de todo o ecossistema que nos sustenta.
A empatia foi capaz de gerar relações entre grupos que passaram a se proteger para sobreviverem ao longo da história do planeta. 

O controle midiático e o não entendimento do que é compaixão, tópico muito abordado pelas igrejas, gera uma confusão mental na massa sobre o que fazer para realment…

Não se confunda

A matrix é o sistema de crenças e da realidade em que vivemos. Para ser realmente completo e pleno é preciso sair desta. Nela as crenças sociais ficam emaranhadas prendendo umas as outras, umas apoiam as outras, são todas grades da mesma prisão.  O racismo existe, vem sendo estruturado desde o começo da matrix, ou seja, isso faz dele uma condição bem difícil de vencer e que vai levar muito tempo para a sociedade.  Obviamente existem formas de amenizar esta situação imediatamente, causando menos sofrimento aos que sofrem disso, mas algumas pessoas confundem o que seriam essas formas com o que não faz diferença e até causa mais problemas.  No Brasil é possível perceber que o racismo é sempre focado em inferiorizar o negro com relação ao branco, por conta da história. E o não entendimento das formas de melhorar a situação causam mais problemas, como por exemplo a geração de hipocrisia relativa a isso. Ao passo que nos EUA, a liberdade de expressão também abrange esse caso, e isso poupa m…

Técnicas de Cura

Existem técnicas de cura que podem ajudar as pessoas a paliar ou até curar problemas físicos e psicológicos de forma eficiente.  Elas não constituem no uso de medicina alopática (remédios de farmácia), os quais tornam milhares de pessoas dependentes e mais doentes todos os anos, gerando dinheiro para uma imensa indústria farmacêutica que nem sempre cura doenças e se firma na crença de que a cura vem de fora do indivíduo.

    Aqui vão algumas das técnicas :


   TFT e EFT (Técnica de libertação emocional) : Consiste em batidas aplicadas em pontos meridianos específicos do corpo que acontecem junto da fala e lembrança do problema e do sentimento, o que ajuda a liberar a energia que o mesmo estava guardando no corpo. Pode ser feito pela própria pessoa após aprendizado.


  Thetahealing : Consiste em uma oração ao universo que conecta o indivíduo á fonte, na qual pode curar todas as doenças. Requer curso para executar.


Ho'oponopono: É uma oração também. Baseia-se na gratidão e no pe…

Vulnerabilidade

Sobre estar vulnerável em todos os sentidos: É estar aberto(a) a conhecer de coração e conviver com gente nova, que não é parte da sua família biológica ou você acabou de conhecer ou é diferente de você. É não ter medo de receber qualquer ação ou opinião que venha de fora. É sair do casulinho da falsa segurança e da zona de conforto. É não excluir os outros.
        As pessoas andam muito individualistas, mas não no bom sentido, e sim no sentido de proteção e cobertura de fraquezas. Medo. Existe também uma frase dos pais para a criança que vira cença para o adulto : Não fale com estranhos, é perigoso.  Isso fica gravado na mente, e a pessoa começa a se proteger de tudo, excessivamente, indo apenas a ambientes conhecidos com pessoas conhecidas.
        Quando alguém novo chega e a trata bem sem nem conhecer, a pessoa desconfia de que o novo está tramando alguma maldade, algo perverso contra, pois também acredita-se que ninguém dá ou faz nada de bom de graça, a menos que seja s…

Sobre o bullying

Eu já sofri bullying e já presenciei outras pessoas sofrendo bullying. Com o tempo percebi que ele é algo estrutural na sociedade, assim como muitas outras coisas é um fruto da sociedade. Pode existir em todas as fases e idades, não acontece apenas para crianças, pré-adolescentes ou adolescentes. A diferença é que os adultos já aprenderam a lidar com certas situações, logo, não sofrem tanto e resolvem de alguma forma. A criança e o adolescente geralmente são muito inocentes ou frágeis,  propensos a serem vítimas e praticantes.
          Assim, provavelmente não é com facilidade que vai se exterminar o bullying da vida em sociedade. É preciso aprender a lidar com ele, tanto quem sofre quanto quem pratica, pois quem pratica, também sofre ou sofreu.
          É certo que quem pratica já sofreu em algum lugar de alguma forma. Pode até ser em casa com a família, num momento em que a mãe proibiu o filho(a) de comer mais, mesmo que ainda estivesse com fome, apenas para que não eng…